“Qualquer recurso de linguagem – desenho, escrita ou fala – pode ser veículo da construção.” (Le Corbusier, arquiteto)

Conteúdo certo é tudo!

Você tem todas as informações que precisa transmitir, mas quando lê seu próprio texto sente que poderia ficar melhor, mais atraente, percebe que falta algo mas não sabe exatamente o quê? A Bee View pode te ajudar!

Todos nós sabemos que um arquiteto é capaz de transformar qualquer ambiente, por mais legal que já seja, em um lugar ainda mais incrível, com a personalidade do dono e muito mais funcional para necessidades que o cliente não havia se quer imaginado. É exatamente esse tipo de serviço que a Bee View oferece para a comunicação da sua empresa e conteúdos em geral.

Nossos valores são baseados na filosofia de comunicação e arquitetura de uma colmeia, porque as abelhas possuem uma arquitetura incrível e uma comunicação muito precisa. Além da beleza estética, sua estrutura é forte e permite total aproveitamento de espaço. Para a Bee View, significa menos texto e mais conteúdo, argumentos fortes e um texto gostoso de ler, com força e leveza, fluidez e impacto.

Como a dança da abelha – que informa o caminho e a distância das flores para a coleta do pólen e quanto mel é necessário ingerir para o trajeto, nosso trabalho consiste em produzir um texto claro e objetivo. As abelhas ainda se comunicam através do toque, do cheiro, do som. Não é incrível? Comunicação precisa e multimídia assim exige que o texto seja esculpido artesanalmente. E essa é uma especialidade da Bee View. 

Com uma equipe multidisciplinar, a Bee View – arquitetura das palavras se propõe a fazer pelo seu texto o que o arquiteto faz pela sua casa.

Visão: Ser referência em produção de conteúdo e comunicação empresarial multimídia.

Missão: Fazer pelo seu texto o que o arquiteto faz pela sua casa.

Propósito
: Ajudar nosso cliente a ter visibilidade e vínculo junto a seu público-alvo.

Valores
: Objetividade, acessibilidade, tendência, pluralidade, criatividade.

“Comunicação não é o que eu falo, é o que o outro entende.” Assad Bechara – doutor em comunicação.

Anúncios